MÚSICA

Novo álbum “Que Sorte a Minha” com composições próprias de MPB, disco instrumental, projeto “Música Divertida Brasileira”, recitais de violão e shows.

Trabalhos musicais

Solo

CD demo de violão instrumental lançado por Rafael Cortez em 2005. Nele, Cortez toca sua própria obra no instrumento.

Elegia da Alma

CD de violão instrumental lançado por Rafael Cortez em 2011. Nele, Cortez toca sua própria obra no instrumento.

Música Divertida Brasileira – com a Banda
Pedra Letícia

As músicas mais divertidas da MPB em novas versões. Possui CD e show próprio que mistura música e stand-up, tanto para o público geral como para o mercado corporativo.

“MPB – NAQUELE TEMPO”

Rafael Cortez lançou em 2019 seu primeiro CD com suas próprias composições de MPB – letra e melodia. É seu primeiro trabalho lançado pela Sony Music do Brasil e conta com 8 canções. Todas tem arranjos e violão do notável músico Sérgio Bello. A cantora Sabrina Parlatore participa de duas faixas. Todas as músicas estão com clipes para serem assistidos no Youtube, VEVO e redes sociais.

“UM ABRAÇO” – Uma canção para tempos difíceis

No auge da Pandemia do Covid-19, Rafael Cortez compôs a delicada canção “Um Abraço”. Nela, Cortez reforça em sua letra e melodia a necessidade de manter os abraços em quem amamos em dia, ainda que sejam dados de modo virtual e espiritual. A cantora, violonista e compositora Badi Assad colocou voz numa harmonia onde todos instrumentos estão tocados e arranjados pelo virtuose do violão Fábio Lima. O resultado é arrebatador e pode ser conferido nas plataformas digitais!

Que sorte a minha

“É o registro de uma época, e é a minha resposta ao que eu também vivi. É uma expressão de amor, por amor, e com amor. Espero que seja com esse mesmo sentimento que ele agora siga vivo.”